O Colégio

Para iniciarmos a construção de uma proposta pedagógica podemos começar pelo papel social da escola, que originariamente era apenas reprodutora do sistema social e somente séculos depois se tornou uma instituição própria para transmitir conhecimentos e a formação de conceitos junto aos jovens a fim de garantir lhes um preparo para o mercado de trabalho e sua adaptação à sociedade. Assim se deu um passo inovador, mas com a evolução histórica a escola assume também o papel de complementação da educação dada pela família, agora são duas funções importantes, manutenção e renovação da cultura.

O Alternativa Colégio, na busca de desempenhar satisfatoriamente estes dois papéis, estrutura sua proposta em cima da finalidade de formação de indivíduos capazes de atuarem na sociedade de forma crítica e autônoma, capaz de exercer a cidadania.

Elencamos assim nossos objetivos que permitam efetivar nossa finalidade e nossos conteúdos, que devem ser significativos e viabilizarem uma interação entre as disciplinas.

A metodologia a ser utilizada é permeada pela equipe de direção e coordenação e cada professor utiliza como meio de efetivar a aprendizagem. Assim são realizadas atividades que proporcione aos alunos uma ação inovadora com condições de questionar, descobrir e inventar. Não utilizamos apenas um método, pois nenhum é suficientemente completo para atender as diversidades e situações, selecionamos diferentes procedimentos que possibilitem as nossas metas de diferentes métodos.

Para a avaliação que estabelece a unidade de trabalho da equipe, mas que não se restringe às verificações bimestrais, temos momentos de avaliação diferenciados, as de desempenho acadêmico através das formais e ainda através de trabalhos que permitem avaliar conteúdos atitudinais, como ética e respeito, as habilidades específicas de cada disciplina e as habilidades gerais como a oralidade e criticidade com argumentação.

Temos as normas de convivência, pois onde há relações com muitas pessoas, crianças, adolescentes e adultos, com diferentes papéis, deve estar claro o limite de cada um, e assim suas funções, preservando um espaço de franqueza, respeito e democracia que possibilite a participação de todos nas tomadas de decisões.

Nossa proposta é um processo inacabado que sempre deve permitir uma atualização a medida que surgem as necessidades por falhas percebidas ou inovações de nossa sociedade.